Bebê com febre-dor de ouvido



O bebê pode desenvolver infecções, saiba como identificar o problema e tratar o bebê com febre-dor de ouvido. A febre é um sintoma de reação, acontece quando alguma parte do corpo apresenta inflamação. Se o bebê está com febre, dê um banho em água morna (mais pra fria) com uma tampinha de álcool, isso aliviará a temperatura externa. Então dê o remédio receitado pelo pediatra para baixar a febre. Lembre-se que o número de gotas corresponde ao peso do bebê.

Identifique a causa da febre

Saber a causa da febre poderá auxiliar no momento de medicar o bebê. Uma provável causa tem relação direta com a garganta e o ouvido do bebê. Quando a garganta do bebê infecciona pode prejudicar o ouvido, assim como o narizinho sujo  cheio de muco.

O muco do nariz do bebê também pode causar dor de ouvido. As bactérias podem se alojar no ouvido e propiciar o desenvolvimento de uma infecção e consequentemente febre.

Nariz congestionado

O nariz do bebê está diretamente ligado a seus ouvidos e garganta, o que facilita a infecção.  Se o bebê tosse e apresenta narizinho congestionado, pode ser um resfriado comum ou alérgico, repare se no ambiente do bebê, existem focos de mofo, bolor, poeira excessiva, ou fumantes , essas são as causas dos resfriados alérgicos.

O bebê reage a este tipo de ambiente com coriza, e tosse. Geralmente este tipo de sintoma evolui para uma bronquite, leve o bebê ao pediatra o quanto antes, principalmente se a tosse for seguida por febre.

Evite , que o ambiente onde o bebê fica, seja muito úmido, e ao fazer a limpeza , dê preferência a detergentes neutros.

Bebê com febre-dor de ouvido

O ouvido do bebê merece atenção especial. O bebê pode ter dor de ouvido se alguns cuidados não forem tomados. Ele dói quando o ouvido está infeccionado. Saiba quais cuidados tomar para evitar que o ouvido do bebê infeccione.

bebêSiga estas dicas:

  • Tome cuidados para não molha-los internamente, e seque bem depois de lavar a sua orelhinha.
  • Não amamente o bebê deitado na cama, ou com a cabeça muito na horizontal, ao mamar o leite geralmente escorre pela boquinha do bebê, e atinge o ouvido.
  • O ideal é que se use uma fralda de pano tampando a orelhinha do bebê durante a amamentação.
  • O uso de tocas que tampem os ouvidos, só são aconselháveis no caso de dor, ou então, o uso costumeiro dessas tocas poderá permitir que qualquer friagem cause dor nos ouvidos do bebê.

A toquinha é importante sim, para que o bebê não se resfrie ao sair de casa!

Sinais de dor de ouvido

  • Irritação: O bebê chora muito, não consegue dormir, não consegue mamar e balança a cabecinha como se dissesse não.
  • Sensibilidade ao toque: Faça um toque debaixo do sino da orelha , pressionando levemente, se o bebê reagir ao toque, Bingo! É dor de ouvido.

Como tratar a dor de ouvido do bebê

  • Coloque um algodão embebido em álcool e bastante espremido (sem que caia qualquer gota).
  • Dê o analgésico receitado pelo pediatra.

As dores de ouvido, podem estar ligadas à inflamações na garganta.

O líquido acumulado nas tubas do ouvido (Trompas de Eustáquio) entra e saia das tubas quando o bebê engole, porém quando há inchaço das vias aéreas por conta de sinusite ou resfriado, o líquido tende a ficar preso, ocasionando assim um ambiente propício à proliferação de bactérias.

O tratamento deverá ser a partir de antibióticos receitados pelo médico.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *