Doenças de inverno



Com a chegada do frio, já sabemos que é época dos espirros, tosses e de outras conseqüências desagradáveis.São as chamadas doenças de inverno, que atacam com mais agressividade nos meses mais frios do ano.

Gripes, Resfriados, Rinite, Asma, Bronquite, e Infecções respiratórias, são conseqüências do ar seco, caracterizado pelo clima de inverno, quando as frentes frias que trazem a chuva, passam longe da costa brasileira, caracterizando um clima mais seco, pricipalmete entre as áreas sudeste e centro oeste.

 

Sem a chuva , o ar fica mais seco, e aumenta o índice de poluição, assim como a quantidade de poeira que fica dispersa no ar, responsável pelas alergias respiratórias.

A desidratação do ar é responsável pelo ressecamento da mucosa e invalidez de anticorpos defensores de vírus e germes cusadores das doenças.

Durante esta época, é útil deixar uma toalha molhada no quarto , durante a noite , ou período de sono, o esterilizador e umidificador também ajuda a umidecer o ar.

Como distingüir o resfriado da gripe:
SINTOMAS do RESFRIADO: ataca principalmente o nariz e a garganta. Espirros, coriza e tosse. A recuperação acontece em dois ou três dias.
PREVENÇÃO; exercícios regulares, boa alimentação, muita água, verduras, legumes , frutas e descanso.Evite lugares fechados e cheios.

SINTOMAS DA GRIPE: infecção respiratória causada pelo vírus influenza tipos A e B. É altamente contagiosa, os sintomas variam conforme mutações sofridas pelo vírus na temporada.

Os sintomas são mais intensos que os sintomas do resfriado, em geral, há um cansaço extremo, febre por dois ou três dias, dores no corpo, de cabeça e na garganta, coriza.
A melhora ocorre depois de três ou cinco dias.
PREVENÇÃO; boa alimentação, beber muita água, fazer exercícios e dormir bem.

A vacina também reforça a imunidade.

Vitamina C:

Não existe dados científicos de que a vitamina C possa curar a gripe, mas a vitamina C é um revigorante, e pode aliviar os sintomas da gripe, revigorando as energias do paciente.

Alface, tomate, maçã, laranja, acerola e limão, são os alimentos que são mais comuns na mesa do brasileiro, e são ricos em vitamina C.
Ingerir os sucos dessas frutas, três vezes ao dia são suficientes para que o corpo absorva a vitamina C, tomar esses sucos mais de três vezes ao dia, ajuda na melhora do paciente, pela ingestão de água.
A vitamina C, é sensível ao calor, portanto para absorve – la nos alimentos, a ingestão deve ser de alimentos crus.

Os sintomas de BRONQUITE alérgica, são de tosse contínua, coriza, e peito cheio.

A bronquite alérgica pode ser causada por mofo, ou poeira, gripe, até o cigarro, a poluição e a inalação de gases tóxicos.

Nas crianças, que ainda não desenvolveram um sistema imunológico satisfatório, as crises de bronquite geralmente surgem uma atrás da outra, mas o problema agrava-se quando o processo inflamatório fica crônico, recorra ao médico.

A ASMA, tem sintomas parecidos com os da Bronquite, é caracterizada pela inflamação, inchaço e estreitamento dos brônquios, o que dificulta a passagem do ar.

A asma é considerada uma doença inflamatória, com vários fatores desencadeantes, como substâncias ou produtos que irritam as vias aéreas (pó, produtos de limpeza, perfumes, etc), infecções virais, atividade física intensa e até fatores emocionais.

O quadro do asmático se agrava com o tempo seco do inverno.Estudos indicam que a vitamina D contra a asma , favorece a cura da doença.

As RINITES, tem como desencadeante principal o fator alérgico, à poeira, mofo, e mudança do clima.

O tratamento da rinite pode ser feito com soro fisiológico, antialérgicos, corticosteróides nasais e controle dos fatores ambientais que desencadeiam as crises alérgicas.

Infelizmente, a asma e a rinite não têm cura, embora possam ser controladas e minimizadas a partir de tratamento adequado com base no uso de corticóides inalatórios (as famosas bombinhas), além do controle ambiental para evitar o contato das crianças com os agentes desencadeantes das alergias.

Procure passar pano úmido ao invés de varrer a casa e evitar bichinhos de pelúcia no quarto das crianças, assim como tapetes felpudos.Outra dica é lavar sempre as cortinas, e aspirar o pó, para evitar o acúmulo de ácaros.

Evite o contato da criança com fumantes, ou o contato da criança com a fumaça do cigarro.

 

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *