Histeria, sintomas e tratamento da doença

histeria



Os estudos sobre a histeria, foram desenvolvidos pelo médico Austríaco Sigmund Freud, por quem se estabeleceu a teoria da Psicanálise. Estes estudos nos diz que, a histeria é uma variedade anormal de conduta, englobada no grupo das neuroses, que se caracteriza por não apresentar lesão orgânica , mas sim psíquica.Geralmente associada a mulher, o nome histeria deriva do grego hystéria. Embora a histeria atinja mais mulheres, os homens também podem desenvolver este estado psíquico.

Esse quadro costuma manifestar-se na adolescência, posteriormente o doente pode passar temporadas de calma absoluta, interrompidas por surtos histéricos. O histérico, adota uma conduta escandalosa com gestos e atitudes espetaculares, ou finge doenças inexistentes, com a finalidade de escapar de uma situação que ele vê como insuperável , ou apenas para satisfazer uma necessidade inconsciente, e sabe que seu sofrimento é aparente.

Dos distúrbios psíquicos que provocam a histeria, a que mais se destaca, é a amnésia. O histérico vive sem consciência disso, uma vida dupla, em casos graves em momentos de ataques histéricos, se vê como outra pessoa e se esquece da outra, adotando até mesmo um nome diferente no momento da histeria. Tremores , tiques e espasmos são perturbações orgânicas que podem acontecer ocasionalmente no doente histérico. Esses espasmos musculares repentinos podem chegar a afetar a musculatura respiratória, e dificultar a respiração e a fala.

Sendo a pessoa histérica esses sintomas serão expressados da maneira mais teatral possível. Entre os sintomas mais freqüentes , na fase mais avançada da doença, o paciente pode figurar um estado de paralisias, cegueira, surdez, e excessiva secreção salivar.

Em certas ocasiões, as paralisias de origem histérica distribuem-se pelo corpo de maneira tão estranha que não podem ser explicadas pela presença de uma lesão orgânica.

Muitas vezes os sintomas podem ser confundidos com sintomas de epilepsia, porém o histérico, sempre procura cair de maneira confortável de modo que não se machuque, e enquanto o epilético sente sonolência após o ataque, o histérico cai no pranto, de preferência em volto por uma platéia.

Portanto podemos dizer que um histérico é uma ator teatral?

A resposta é, não! O histérico, é um doente mental que inconscientemente quer ficar doente , e consegue! Os sintomas de histerismo foram diagnosticados na maioria das vezes em mulheres solteiras, e empregadas, que se consideram menosprezadas no ambiente familiar, e precisam chamar a atenção, ou neuróticos dos dois sexos que tentam resolver um caso amoroso antigo, uma atitude sexual reprimida, sentimento de culpa antigo e etc…

Mas qualquer pessoa normal poderá desenvolver o quadro de histeria, se submetido a intensas pressões, e conflitos exteriores.

Tradicionalmente o tratamento da histeria baseia -se na Psicanálise, através da exploração da personalidade do paciente, com o fim de analisar mecanismos mentais de defesa que dão lugar à transformação de certos conflitos pessoais em manifestações histéricas.

Porém, na atualidade também aplicam-se tratamentos revolucionários, como hidroterapia, e medicamentos anti depressivos.

Fonte; Sobre Vida/Livro acadêmico de medicina Vol.III

 

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

8 thoughts on “Histeria, sintomas e tratamento da doença

  1. Cleide says:

    A matéria é muito interessante. As vezes deparamos com situações que acabam nos deixando confusas, até mesmo sobre o fator "teatral" do indivíduo… confesso que com essas informações fiquei além de surpresa; esclarecida… obrigada !!!
    Cleide

  2. Gra says:

    Claro que o desprezo dos familiares afeta muito uma pessoa com Histeria e ela pode até fazer algo para tentar dizer o quanto ela precisa de apoia naquele momento. O teatro acontece em lugares onde não existe dialogo nem compreensão, e o teatro é a forma que esse doente encontra para tentar informar que precisa de ajuda. Só quem passa por uma situação dessa é que saber o quão sofrido é principalmente por que essa pessoa não entende o que se passa com ela já que é um problema muito difícil de ser diagnosticado e tratado. O sofrimento é muito grande e afeta a vida da pessoa como um todo, no trabalho, em casa, muitas pessoas com esse tipo de problema não conseguem trabalhar.

  3. celeste marlen says:

    É muito sofrimento para uma pessoa…eu sofro disso e dificilmente consigo explicar o que acontece comigo,quero ajuda porem no hospital só dizem não “esta doente”… Por favor me ajudem

  4. Fábian says:

    Bom dia! Me ajudou muito o texto, mas tenho uma dúvida ainda, aliás, muitas, minha ex namorada sempre tenta tomar remédios para se suicidar, não sei se no momento ela está ciente do que está fazendo, mas eu tentava não deixar acontecer isso, mas ocorreram algumas vezes por telefone ela ameaçar a tomar e tomar mesmo e me culpar pelo ato. Histéricos tem essas atitudes tmb?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *