Menino de treze anos não é o pai confirma DNA



Um tabloide britânico publicou que Alfie Patten, de 13 anos, não é pai de uma menina, como ele alegava.

Alfie ficou famoso no Reino Unido e também no mundo todo após aparecer em uma reportagem no “The Sun” em que dizia que era pai de uma menina. Ele afirmava ter engravidado sua namorada Chantelle Steadman, de 15 anos.

O garoto “assumiu” a criança, apesar de admitir não saber como a iria sustentar.

O jornal “The Mirror”, porém, publicou nesta quinta-feira (26) que o exame de DNA mostra que ele não é o pai biológico de Maisie Roxanne, que nasceu em 9 de fevereiro.

A dúvida sobre a paternidade surgiu após três outros jovens terem afirmado que poderiam ser o pai do bebê. Bravo, Alfie disse que iria fazer o exame de DNA “para calar a boca das pessoas”.

Alfie tinha certeza sobre a paternidade após ter ouvido da boca da namorada que havia sido o único namorado e que ela havia perdido a virgindidade com ele.

Os dois tiveram apenas uma relação sexual.

Ainda em fevereiro, o site do “News of the World” publicou dois relatos de jovens britânicos, também menores de 18 anos, dizendo que haviam tido relações com Chantelle. “Não usamos camisinhas e depois descobri que ela estava saindo com mais rapazes. Para ser sincero, qualquer um pode ser o pai”, disse um dos jovens.

Já Tyler Barker, de 14 anos, garantiu que dormiu com Chantelle na cama dela. “Eu espero que não seja eu o pai”, falou na ocasião.

Fonte : G1

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *