Home » Só para mulheres... » Métodos contraceptivos

Métodos contraceptivos


Os métodos contraceptivos servem para prevenir a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis, mas para cada tipo de mulher existe um método contraceptivo adequado. É importante que se consulte um ginecologista, para avaliar seu caso,  já que, nem todas as mulheres podem usar todos os métodos contaceptíveis disponíveis.Durante a consulta o médico esclarecerá suas dúvidas e discutirá com você o melhor método indicado para o seu caso.Confira alguns métodos contraceptivos disponíveis:

Tabelinha

tabelinha para não engravidar

tabelinha baseia – se na observação das características do ciclo menstrual, e muco vaginal.É um método contraceptivo natural, sem contra indicação e que poderá ser usado tanto por mulheres reguladas quanto desreguladas.

Através deste método a mulher poderá saber se está no seu período fértil, propício para engravidar, através da temperatura do corpo e observação.Para a realização correta da tabelinha é necessário disciplina, principalmente nos primeiros meses de uso.

A tabelinha não previne doenças sexualmente transmissíveis, leia como saber se estou grávida.

Camisinha

camisinha

A camisinha é conhecida como um contraceptivo de barreira. Através deste método é possível que se evite tanto a gravidez quanto alguns tipos de doenças sexualmente transmissíveis.

É um método prático e de fácil acesso, porém algumas pessoas podem desenvolver alergia ao látex. É importante não usar a mesma camisinha duas vezes, e descartar aquela que apresentar perda na lubrificação, pois quando estão secas podem machucar a parceira e estourar.

Elas existem em diversos tamanhos, aromas e cores, e já possuem lubrificação.

Diafragma

Diafragma evitar a gravidez

Também conhecido como um contraceptivo de barreira, é feito de borracha ou silicone, e deve ser usado para recobrir o colo uterino.A eficácia desse método aumenta quando a mulher utiliza espermaticida associado.

Pode ser reutilizado, desde que seja bem lavado após o uso, e conservado com um pouco de amido (maisena) polvilhado. Ele deve ser colocado pelo menos 15 minutos antes da relação sexual, e deve ser retirado até 6 a 8 horas depois. Existem algumas alterações anatômicas que impedem seu uso como aumento no corrimento, mal cheiro e a não proteção contra vírus como o HIV.

Esponja

esponja espermicida

É uma pequena esponja feita de poliuretano, com espermicida. É descartável e de fácil colocação. Entretanto, é um produto importado e de alto custo.

Para a sua colocação deve-se umedecer a esponja com água e assim adequá-la de modo que forre a cérvix. A esponja como método contraceptivo age de forma a liberar o espermicida, absorver o esperma e proteger o útero da entrada de espermatozoides. Ela deverá ser retirada após 6 horas, período em que o espermicida   está agindo.

Deve ser colocada momentos antes da relação sexual podendo ser retirada até 24 horas depois.

Espermaticida

pomada EspermaticidaSão substâncias químicas manipuladas que matam os espermatozoides. Quando usados sozinhos não conferem proteção adequada. Os principais são: nonoxinol-9, octoxinol-9, menfegol.

Esta substância pode ser encontrada nas farmácias em forma de gel, creme ou cápsulas tais como as de supositório, e devem ser aplicadas segundo as informações do produto e aplicador.

A aplicação deve ser feita antes da relação sexual e cada tipo específico de produto age dentro de um determinado período que varia de meia a duas horas. Após este prazo, se o coito não tiver acontecido, o produto deverá ser aplicado novamente.

Diu

Diu  método contraceptivoO Diu é o método contraceptivo mais utilizado no mundo. É um dispositivo geralmente feito de cobre, ou hormônio (um tipo de progesterona), de alta eficácia e que apresenta uma ação especial de alterar o muco do colo uterino, impedindo que os espermatozoides cheguem ao útero.

Este método é colocado dentro do útero e leva a várias modificações do útero e da tuba uterina, além de provocar reações que matam os espermatozoides.

Sendo extremamente eficaz, tem durabilidade de alguns anos, e é colocado pelo médico durante o período menstrual.

Contraceptivos hormonais

Contraceptivos hormonais

Eficazes e práticos, agem diretamente no ciclo menstrual da mulher evitando a ovulação.São constituídos de hormônios sintéticos, geralmente uma associação de um tipo de estrogênio e um tipo de progesterona.

As pílulas anticoncepcionais existem de vários tipos disponíveis no mercado, são fáceis de encontrar e algumas têm baixo custo.

São bastante eficazes, principalmente se administradas corretamente.

Algumas mulheres podem desenvolver sintomas desagradáveis com o uso da pílula, por isso é importante o auxílio do ginecologista.

Contraceptivos Injetáveis

Contraceptivos Injetáveis

Existem duas modalidades: mensal e trimestral. Funciona com a liberação de hormônios que são liberadas aos poucos. As vantagens vão além da excelente eficácia e é de facilidade de uso, pois a mulher não precisa ficar lembrando todos os dias de tomar a pílula, a aplicação de contraceptivos no músculo da mulher não impede a amamentação e pode ser utilizada por mulheres que não podem fazer uso da pílula anticoncepcional.

Podem causar mudança no ciclo menstrual e ausência do mesmo após de um ano de uso.

Após a interrupção do uso, a mulher pode demorar algum tempo (até 9 meses) para conseguir engravidar.

Implantes

O s implantes são cápsulas ou bastões de material contendo hormônio, que são implantados pelo médico debaixo da pele, no braço, próximo ao cotovelo. Os hormônios são liberados aos poucos.

Duram até três anos e são de alta eficácia.

Anel Vaginal

Anel Vaginal

São anéis de material plástico, também contendo hormônio. São inseridos dentro da vagina, onde devem ser deixados por três semanas. A mulher faz uma pausa de uma semana e reinicia o uso.

Não atrapalha a relação sexual, nem causa incômodo. É bastante eficaz como forma de evitar a gravidez. Este método ainda possui a vantagem de não possuir contraindicação, pode ser usado por qualquer  mulher em fase sexual ativa.

Adesivos Cutâneos

Adesivos CutâneosSão semelhantes aos utilizados na terapia de reposição hormonal, em mulheres menopausadas. Os adesivos são “colados” na pele, e utilizados por três semanas, com pausa de uma semana.

São bastante eficazes e de fácil utilização, porém podem se soltar durante o banho, ou com o passar dos dias. Caso isso ocorra, cuide para recolocá-lo até o prazo limite de 24 horas.

Outro fator que pode ser um transtorno para as mulheres são os efeitos colaterais que o uso desses adesivos causam, como dor nas mamas, enjoos e enxaqueca.

Pílula do Dia Seguinte

Faz com que o útero fique desfavorável à gravidez.Existem duas formas de administração da pílula, uma pílula deve ser tomada 72 horas após o ato sexual, e a segunda 12 horas após a primeira pílula.

A outra forma de se administrar é tomar a pílula comum, de forma que a mulher ingere duas pílulas até 72 horas após o ato sexual e mais duas 12 horas depois.

Esse método só deve ser utilizado esporadicamente, devido ao esquecimento da pílula ou ao fato de a camisinha ter estourado. Também é indicada em casos de estupro. Uma informação de extrema importância: o uso freqüente leva à redução de sua eficácia. Como no Brasil, legalmente a gestação só começa após a aderência do ovo à parede do útero, a pílula do dia seguinte pode ser utilizada (já que ela impede essa ligação).

Laqueadura ou vasectomia

Laqueadura ou vasectomia

São dois tipos de contracepção definitivos e muito utilizados por casais estáveis.A laqueadura consiste na ligação das trompas da mulher  a fim de evitar que o óvulo possa trafegar até o encontro do espermatozoide. É uma operação que pode ser revertida em alguns casos. O problema é que a laqueadura não impede que as doenças transmissíveis possam ser evitadas.

A vasectomia consiste na esterilização do homem através de processo ambulatorial, sem necessidade de hospitalização ou risco de impotência. O homem produzirá cada vez menos espermatozoides até o prazo de 60 dias, durante este período o uso de contraceptivos  como a camisinha são indicados como meio de impedir a gravidez. A vasectomia é um tipo de método que impede a gravidez mas mantém o risco de se contrair doenças sexualmente transmissíveis.

 


About Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet.Casada há 17 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

2 comments

  1. minha mestruaçao veio dia 21 parou dia 24 qual e o dia que poço emgravidar qual e o dia fertil por favor me ajude quero ter meu primeiro filho hobrigado

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Ad Plugin made by Free Wordpress Themes