Benefícios e riscos do parto na água



Se está pensando em ter um parto na água conheça os benefícios e riscos deste tipo de parto. O parto na água é um método natural muito antigo, historicamente era utilizado pelos povos gregos e egípcios. Dizia – se que os recém nascidos destinados para o sacerdócio, deviam nascer de parto natural, na água. Hoje em dia esse tipo de parto se tornou muito raro, a média atual é de 80% de nascimentos por parto cesária, e 20% por parto normal em leito.

No Brasil não há o costume de se realizar este tipo de parto em hospitais, já na Inglaterra, Bélgica e Holanda se faz obrigatório o uso de uma banheira no quarto da gestante, devido aos benefícios relacionados a este tipo de parto.

Benefícios e riscos do parto na água

 parto na água

Os incidentes relacionados a esse tipo de parto são muito raros. Opiniões contrárias ao parto realizado na água afirmam que há dificuldades em se fazer a episiotomia, um corte no períneo, área que se localiza entre o ânus e a vagina. Esse corte deve ser feito para que não ocorra um rasgamento do músculo, e consequente sangramento, além de possíveis transtornos.

Já opiniões favoráveis ao parto na água, descartam a possibilidade da episiotomia por conta do relaxamento do períneo durante o processo.

Antes do nascimento do bebê, a gestante pode experimentar alívio das contrações relaxando na banheira com água morna, mesmo que não pretenda que o bebê nasça na água. O bebê que nasce nesse processo natural raramente chora, ou demonstra nervosismo e irritação.

Dúvidas frequentes sobre o parto na água

O bebê pode se afogar durante o parto?

Os bebês não deverão afogar-se se a água mantiver uma temperatura agradável de 36° como o recomendado pelos especialistas, isto por que, a sensação de que ainda estão no útero da mãe é criada pelo ambiente e inibe a necessidade do bebê se desconectar do cordão umbilical.

Quando o parto na água é contraindicado?

Quando a mãe e o bebê apresentam condições cardíacas anormais, e sofrimento fetal, não se recomenda o parto na água.

A dor do parto na água é menor em relação ao parto humanizado?

Acredita-se que a imersão da mãe na água morna favorece o relaxamento natural do períneo e a sensação de dor durante as contrações. A constatação se deve a observação da NÃO necessidade de se realizar cortes e aplicação de anestesia.

Profissionais da área

A maioria dos hospitais não aceitam esse tipo de parto natural, e aqueles que oferecem banheira para relaxamento pré – parto, não comportam o período expulsivo do bebê durante o parto.O ideal é que se encontre um profissional que atenda em casa, onde o parto na água poderá realizado numa piscina desmontável.

Os estados mais prováveis a se encontrar enfermeiros ou obstetras aptos a realização deste tipo de trabalho de parto, são os estados de SP e RJ.

Para a mamãe que está pensando em dar a luz através do parto natural na água, desejamos uma boa hora.

 

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

5 thoughts on “Benefícios e riscos do parto na água

  1. Pró-Letramento Matemática Ptga says:

    Muito interessante.
    O benefício de se ter uma criança calma sem irritações seria muito bom, mas seria conveniente tentar?
    Sóa coragem da mae poderia responder

  2. Leila says:

    Eu tive 3 filhos de cesariana e não sei se este tipo de parto teria me ajudado. O que mais ouvi falar quando este assunto aparece nas conversas são mulheres falando sobre esta incisão no períneo. Por isso, acho que é apenas um contra mas um contra que pesa bastante.Entretanto vi garotas novinhas chegarem na maternidade e em meia hora já tinham tido seus bebês em parto normal sem problema nenhum, nem chegavam a fazer a preparação. Para estas acho que seria excelente. O problema é que nunca sabemos como de fato será.

    bjs

  3. Gloria Greice Lopes Trajano says:

    Estou com quatro mes de gestaçao e estive pesquisando o assunto de parto embaixo d,agua e gostei da ideia pois eu estou querendo parto normal .Como ou onde eu devo me informar menor o assunto .Tenho um plano Medial saude??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *