O primeiro beijo

primeiro beijo



Ninguém sabe ao certo onde e quando o primeiro beijo surgiu, mas é fato que cada um deseja descobrir o seu!

… que seja trêmulo, inesquecível, e emocionante.

Que tenha amor, frio no estômago e romance.

O primeiro beijo não precisa ser “indecente”, ele é só o primeiro … ainda inocente.

Mesmo que não seja perfeito, como esquece – lo ? … o primeiro beijo sempre será o primeiro.

Como é beijar pela primeira vez?

É por volta dos 10 anos, ou na adolescência, que começamos a nos interessar em ter um relacionamento, nos apaixonar e viver um romance lindo e inesquecível. Nos veslumbramos com as histórias entre personagens, e criamos uma atmosfera de encantamento em volta de nossos desejos, principalmente entre garotas adolescentes.

Por esse motivo, as garotas sofrem menos com a experiência do primeiro beijo. Por estarem mais emocionalmente envolvidas com o primeiro beijo, e em viver o momento, não carregam o mesmo peso da responsabilidade que os meninos, eles precisam acertar.

Por isso, para a maioria dos garotos, o primeiro beijo levado a sério, pode ser considerado péssimo, e desastroso. Suas expectativas estão no ato de beijar, e muitas vezes a maioria não se importa em beijar alguém que mal se conheça. O que importa é a experiência. A intenção é deixar de ser “BV”, antes do último dos amigos!

Como tornar o primeiro beijo uma experiência positiva

Uma dica para se sair bem no primeiro beijo, é beijar quem se gosta, assim, por mais que  pareça estranho, você ainda sairá satisfeito por estar sendo correspondido, e a “técnica” não passará de um mero detalhe…

É importante saber que o primeiro beijo nem sempre é agradável, e o momento de beijar pela primeira vez, nem sempre corresponde ao que sonhamos, mas … é fato que,  cada um queira descobrir o seu!

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *