Bebês diferem o bem e o mal



Um estudo comprovou que os bebês podem diferenciar o bem e o mal aos seis meses de vida.Nesta fase do bebê ele estará sentando sem apoio, erguendo a cabeça quando colocado de bruços e, distinguindo o bandido e o mocinho das estórinhas.Foi observando estas características dos bebês com essa idade, que estudiosos da Universidade de Yale nos EUA, concluíram a novidade.

Eles contaram estórinhas com fantoches exatamente iguais para os bebês, enquanto um fantoche tentava subir até o alto da montanha, o outro tentava impedi – lo.

Ao final da apresentação alguns bebês chegaram a bater no fantoche mal, e a maioria sentia preferência pelo fantoche bom.

Desta maneira o coordenador das pesquisas Paul Bloom, concluiu que, o ser humano mostra evidências de senso moral ainda bebês, e vão aprimorando com o tempo.

O que já se sabia é que, nesta mesma fase do bebê, (aos seis meses) a consciência emocional está sendo desenvolvida, o que torna a presença dos pais de fundamental importância para esse desenvolvimento, e reforça o dilema de deixar o filho na creche ou com a babá.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *