Home » Células tronco » Banco de células tronco

Banco de células tronco


Você provavelmente já ouviu falar no banco de células tronco e no armazenamento de células tronco do cordão umbilical dos bebês recém nascidos.Esta está sendo uma prática bastante debatida ultimamente, já que bancos privados de células tronco, utilizam de muitas informações otimistas para aumentar o número de clientes armazenadores.Como se já não bastasse todo o processo de gestação e parto, esta pode ser mais uma preocupação para os pais de recém nascidos.Entenda melhor como funciona este processo de armazenamento e tire todas as suas dúvidas.

O que é um banco de células tronco?

Os bancos de células tronco servem para armazenar o sangue do cordão umbilical dos bebês recém nascidos.A coleta é feita por uma equipe especializada no momento do parto.Este sangue é mantido congelado a uma temperatura extremamente baixa por um período de tempo indeterminado, o que significa que o usuário destas células já poderá ser um adulto, caso seu uso seja necessário.

As células tronco são reconhecidas pelo seu fator regenerativo, o que significa que suas células se auto-renovam.

cordaoumbilical

Como as células tronco armazenadas podem nos auxiliar

Segundo informações do banco de células tronco HemoCord, estudos realizados a partir dessas células, vêm alcançando resultados significativos em relação ao tratamento de doenças, tais como:

  • Sarcoma de Ewing: Câncer nos ossos
  • Mieloma Múltiplo: Câncer na medula óssea
  • Linfoma de Hodgkin: Câncer nos gânglios
  • Linfoma Não-Hodgkin: Outra forma de câncer nos gânglios
  • Retinoblastoma: Câncer na retina dos olhos
  • Neuroblastoma: Câncer supra-renal
  • Anemia Aplastica adquirida: Mal funcionamento da medula óssea
  • Mal formações: Quando há necessidade de cirurgias neonatais
  • Osteosarcoma: Tumor maligno nos ossos que se propaga nos pulmões
  • Glioblastoma: Câncer agressivo no cérebro
  • Aplasia de medula adquirida: Resulta da falência da medula óssea
  • Tumor de Wilms: Tumor renal maligno
  • Rabdomiosarcoma: Tumor maligno dos músculos
  • Síndrome mielodisplásica: Refere-se a um grupo de doenças relacionadas a medula óssea
  • Meduloblastoma: Tumor no cérebro
  • Hepatoblastoma: Câncer do fígado
  • Cordoma: Tumores de lento crescimento que se formam na base do crânio e lombossacral
  • Carcinoma ovário: Câncer no ovário
  • Ependinoma: Espécie de tumor cerebral

Doenças que podem ser tratadas com células tronco no futuro:

  • Alzheimer
  • Parkinson
  • Diabetes
  • Lupus
  • Paralisias
  • Artrite
  • Reumatismos
  • Distrofia muscular
  • Acidente vascular cerebral

Outras formas de cura a partir do uso de células tronco estão sendo estudadas, como a possibilidade dessas células serem capazes de gerar órgãos inteiros para o corpo.

Como as células tronco são retiradas?

O processo de retirada das células tronco do cordão umbilical dos bebês recém nascidos não é cirúrgico.No momento do parto uma equipe especializada e contratada meses antes do nascimento do bebê, faz a retirada do sangue do cordão umbilical sem transtornos para os pais ou para o bebê.

O mesmo ocorre quando as equipes dos bancos públicos de células tronco estão relacionadas com o Ministério da Saúde e a equipe de Amparo Maternal.

Em que casos devemos armazenar as células tronco em bancos?

Antes de pensar no armazenamento das células tronco do cordão umbilical do seu bebê, entenda que seu uso para benefício próprio, é relevante apenas em casos em que há alguém na família que necessita de doação, como um irmão mais velho por exemplo.Isto por que,  a ciência ainda não descobriu formas de uso para o próprio doador do sangue umbilical.Portanto antes de tomar a decisão de armazenar as células tronco em bancos, faça-se as seguintes perguntas:

  • Existem provas científicas sobre o uso de células tronco para fins regenerativos?(Alzheimer, Parkinson, Diabetes…)
  • As células terão eficácia garantida após 30 ou 70 anos de armazenamento?
  • A evolução da medicina poderá considerar este tipo de armazenamento obsoleto daqui a 50 anos?(As células tronco podem ser retiradas da medula óssea do paciente adulto)
  • Que tipos de propriedades existem nas células tronco do cordão umbilical que não existem em células tronco da medula óssea de um adulto?

Bancos privados e bancos públicos

Os bancos privados para armazenamento de sangue umbilical cobram uma taxa que varia de R$1.500 a R$5.000 pela arrecadação do armazenamento, e ainda é cobrada uma taxa mensal de R$600 (em média) para manutenção.Neste caso as células armazenadas servirão apenas para o tratamento do doador ou familiares, se,  e,  quando necessário.

Os bancos públicos de armazenamento de células tronco possuem uma parceria com o ministério da saúde e o Amparo Maternal e poderão armazenar cera de 3.700 unidades de cordão umbilical.O projeto reúne a proposta de criar 5 unidades semelhantes no Brasil, que funcionarão assim como os bancos de sangue.Além disso,  outra vantagem é que teremos disponível uma enorme diversidade racial de células tronco para benefício da população.

Artistas que armazenaram ou utilizaram as células tronco

Com a crescente onda de estudos relacionados com as células tronco e  investimentos neste tipo de armazenamento, vários pais preocupados com a saúde futura de seus filhos optaram por este procedimento.Entre estes pais, estão alguns artistas ilustres como Juliana Paes, Juliana Knust, Giovanna Antonelli, Thiago Lacerda e Vanessa Lóes.

O artista Reynaldo Gianecchine também se beneficiou das células tronco para curar um câncer na região dos gânglios.No seu caso as células tronco foram retiradas de sua medula óssea ainda saudável.Este tipo de intervenção realizada na cura do ator, é que atribui dúvidas ao armazenamento das células tronco de cordões umbilicais em bancos particulares.


About Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet.Casada há 17 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Ad Plugin made by Free Wordpress Themes