Laqueadura ou ligadura das trompas

ligadura das trompas3



A laqueadura ou ligadura das trompas, é um método contraceptivo feminino.Este método é realizado nas trompas de Falópio, ou, tubas uterinas, órgão responsável pela navegação do óvulo até o útero.O processo impede que os óvulos liberados pelo ovário possam ser fertilizados pelo espermatozoide, evitando a gravidez.A laqueadura ou ligadura das trompas, não interfere no processo natural do ciclo menstrual e não impede a menstruação, a mulher continua ovulando normalmente.

A laqueadura em especial, é  um procedimento recomendado para mulheres que optaram uma esterilização definitiva, por se tratar de um procedimento com poucas chances de sucesso na reversão.É indicado para mulheres com mais de 25 anos de idade.Estas estão mais estabilizadas, tanto na vida pessoal como na vida profissional, e podem se assegurar da eficácia deste procedimento sem chances significativas de desapontamento ou frustração.

Como é feita a ligadura das trompas

ligadura das trompas

A ligaduras das trompas pode ser realizada através de tais procedimentos:

  • Laparoscopia: é um procedimento cirúrgico no qual se utiliza um aparelho chamado laparoscópio, que serve para visualizar as trompas de Falópio, e desta forma tornar capaz a sua interrupção por anéis, clipes ou cauterização.
  • Minilaparotomia: é um procedimento cirúrgico realizado logo após o parto ou dois dias depois do nascimento do bebê.O processo é realizado através do abdome, onde o médico realiza a remoção de uma parte de cada trompa de Falópio.É importante que o útero ainda esteja maior que o normal para facilitar a cirurgia.
  • Laqueadura tubária histeroscópica: é o procedimento de ligadura de trompas mais atual.O método consiste em realizar a laqueadura tubária sem a necessidade de incisão ou internação hospitalar.Pode ser realizada em clínicas com anestesia local, e endoscópio através da vagina.

Complicações da cirurgia de ligadura das trompas

A esterilização através da laqueadura ou ligadura das trompas, possui garantia de 99% de sucesso.Constatou-se que, após 15 anos do procedimento cirúrgico, apenas 1% das mulheres engravidou.Nestes casos os riscos podem ser de uma gravidez ectópica, ou seja, quando o embrião se localiza nas trompas de Falópio.Este tipo de gravidez dá sinais comuns aos de uma gravidez normal como, atraso do ciclo menstrual.

Outras complicações podem estar relacionadas ao procedimento cirúrgico em si, como, infecções, lesões na bexiga ou nos intestinos, e, hemorragia.

Reversão da laqueadura

A reversão da laqueadura nem sempre é garantida.As mulheres que optam pela reversão geralmente realizaram o procedimento ainda  muito jovens, e ao se depararem com uma nova realidade como, um novo relacionamento, se arrependem do processo.Nestes casos, apenas as mulheres  que optaram pela ligadura das trompas tem maiores chances de reversão.Das mulheres que optaram pela laqueadura apenas 20% alcançaram sucesso.

A laqueadura ou ligadura das trompas não impede que as mulheres contraiam doenças sexualmente transmissíveis, para tanto, ainda se faz necessário o uso de preservativos.

 

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *