O que é deficiência mental e como diagnosticá-la

deficiência mental



A deficiência mental afeta diretamente o desenvolvimento da inteligência. As crianças que são diagnosticadas com o problema apresentam baixa capacidade de raciocínio, dificuldade de compreensão, nenhuma responsabilidade, e pouca memorização. Todos estes fatores juntos,  prejudicam o aprendizado e a adaptação social.

A maioria das crianças com deficiência mental, perto de 75% delas, não apresentam características físicas diferenciadas das outras crianças, isso por que, seu estado geralmente apresenta esta ligação com  a epilepsia, problemas de visão, deficiência auditiva, e problemas de linguagem. As outras 25% , possuem traços mais visíveis, como alterações nos ossos do corpo, coração e síndrome de Down.

Como diagnosticar a deficiência mental na pré-infância

É possível diagnosticar a deficiência mental logo após o nascimento da criança, mas na maioria dos casos, o problema surge em idade pré-escolar ou até mesmo durante a puberdade. Durante a pré-infância as características do problema são:

  • Incapacidade de sustentação da cabeça a partir dos quatro meses de vida
  • Incapacidade de se sentar aos seis meses de vida
  • Incapacidade de balbuciar aos oito meses de vida
  • Dificuldade para andar até os 15 meses
  • Exigência de satisfação sobre suas necessidades físicas

Como diagnosticar a deficiência mental em idade escolar

Em idade escolar a criança com deficiência mental apresenta algumas dificuldades de aprendizagem e comportamento impulsivo, tais como, dificuldade de concentração, nervosismo, intolerância e agressividade. Nesta fase, é indicado o exame de quociente de QI, para determinar o grau de deficiência mental da criança.

No exame de QI, são avaliadas e calculadas a capacidade de resposta da criança sobre cada teste definido. O valor considerado normal é a partir de 100 para cada pessoa.

Todo resultado de QI abaixo de 100 indica deficiência mental?

Nem todo resultado abaixo de 100 indica deficiência mental. É possível que haja interferência do ambiente para tal resultado, como crises familiares que proporcionam estresse, surdez, ou problemas de visão. Mas os casos de deficiência mental profundos podem ser facilmente detectados.

Causas da deficiência mental

Entre as causas mais comuns da doença estão:

  • Genética
  • Carência hormonal
  • Gravidez conturbada
  • Infecção por vírus durante a gestação
  • Sífilis
  • Infecções
  • Falta de oxigenação no cérebro

Como o ambiente pode contribuir para a deficiência mental

Durante a fase em que a criança inicia o contato com o mundo e demonstra curiosidade por tudo, ela precisa ser estimulada. A sua própria curiosidade sobre as coisas tende a desenvolver a sua inteligência. Caso a criança não receba os estímulos adequados à sua idade ou tempo de vida, poderá apresentar um certo grau de deficiência mental no futuro.

Deficiência mental e doença mental – Qual a diferença

Todas as pessoas consideradas “normais” a partir do resultado de exame de QI, podem vir a sofrer de doença mental. A deficiência mental tem relação com a inteligência, dificuldade memorização, senso de responsabilidade, compreensão e raciocínio lógico. O deficiente mental tem a perfeita noção de si mesmo e da realidade a sua volta. Já, o doente mental pode perder essa noção de acordo com o seu estado emocional e psicológico. Podem ser consideradas doenças mentais, a depressão, a esquizofrenia e a síndrome do pânico. Todas elas em suas inúmeras distinções.

Deficiência mental tem cura?

A deficiência mental não tem cura. Mas é possível combater ou controlar aquelas de origem metabólica e outras ocasionadas por carências hormonais. Mas para que haja êxito no tratamento, tais doenças precisam ser diagnosticadas precocemente, pois caso ocorra a fixação da lesão no cérebro, não há como retrocedê-la.

E casos de deficiência mental leve, uma boa educação e treinamento adequado, podem atribuir consideráveis progressos.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *