7 motivos para comer à mesa com os filhos

filhos



Logo quando nos casamos e tivemos nossos filhos, eu fazia o possível para que todos se sentassem à mesa durante as refeições, e era uma luta. Meu marido não entendia muito bem o quanto esta prática podia ser importante para as crianças, e resmungava todas as  vezes que eu o convidava para se reunir conosco. Hoje, reunir todos à mesa está se tornando ainda mais difícil, já que as crianças adquiriram novos compromissos e fazem aulas durante grande parte do dia, mas estamos nos esforçando ainda mais, visto que, desta vez é meu marido quem se comprometeu a nos acompanhar.

Se você você tem as mesmas dificuldades em convencer a todos, e até você mesma, este artigo lhe fornecerá o apoio de que precisa.

7 motivos para comer à mesa com os filhos

filhos

Refeições em família melhoram os laços afetivos e o comportamento dos filhos.

Instituições universitárias de todo o mundo vêm realizando importantes pesquisas sobre a importância da família para o bom desenvolvimento das crianças, e algumas descobertas são muito reveladoras, conheça algumas delas:

1. Filhos que se alimentam à mesa com a família são crianças mais magras

Aos cuidados de uma mãe consciente e dedicada, as crianças aprendem a se alimentar de frutas, verduras e sucos naturais, reduzindo o consumo de refrigerante e frituras. Estas crianças são incentivadas a se alimentarem desta maneira, ao observarem seus pais durante as refeições. Eles discutem o por quê da necessidade de ingerir determinados alimentos, principalmente aqueles de cor verde, e os pais podem aproveitar o momento para descrever seus benefícios, como força, energia, e inteligência. As gorduras presentes nos salgadinhos e lanches podem torná-las mais lentas, obesas e atrapalham a capacidade de raciocínio, e as crianças não gostam de ficar sabendo disso.

Os dados benéficos constatados pela pesquisa foram coletados pelo professor  Matthew W. Gillman, MD, investigador principal do estudo e diretor do Programa de Prevenção da Obesidade na Escola Médica de Harvard.

2. Realizar as refeições à mesa com os filhos, os torna mais confiantes

Outros estudos revelam que os filhos que se sentam à mesa para comer com os pais, são mais confiantes, não se deprimem com muita frequência, e não possuem pensamentos suicidas. Eles se sentem apoiados por seus pais, amados,  e expressam sentimentos de gratidão.

3. Filhos evitam o sexo precoce por poderem conversar com os pais durante as refeições

É em volta da mesa que muitas conversas surgem. Algo que aconteceu na escola e eles desejam compartilhar, uma dúvida que surgiu em relação a determinada situação, e comentários sobre experiências que seus colegas tiveram. Esta pode ser uma excelente oportunidade para os pais aconselharem seus filhos, eles responderão bem a uma conversa sincera e honesta.

Além disso, irmãos sempre revelam segredos uns dos outros durante as refeições, e você poderá ficar inteirado sobre a vida de cada um, só tente evitar punições nestes casos, ou, revelar muito nervosismo, se não, poderá perder estas oportunidades. O ideal é saber lidar com as situações que forem surgindo a seu tempo.

4. Constatou-se que os filhos que se alimentam em família evitam as drogas

As drogas e o consumo de álcool pode ser um fator prejudicial ao desenvolvimento dos filhos adolescentes, mas a maioria deles, aqueles que alimentam pelo menos 1 vez por dia com os pais, evitam os vícios. Ao que tudo indica a comunicação aberta e sincera que ocorre durante as refeições, gera nos filhos a intenção de serem generosos com seus pais e preferem não fazê-los sofrer.

As informações são do instituto CASA da Bolívia.

5. Filhos que comem à mesa com a família obtém notas melhores na escola

Segundo a fundação CASA, comer em família aprimora o interesse dos filhos pelo que os adultos falam, e eles assimilam melhor a maneira de se comunicarem. Esta prática influencia na forma como interpretam seus professores, e eles acabam se saindo melhor com  as matérias. A média de aperfeiçoamento destas crianças e adolescentes é de 20%, contra apenas 9% que não alcançaram resultados satisfatórios na escola.

6. As mães podem se sentir menos estressadas quando se sentam para comer com a família

Um estudo realizado  Universidade Brigham Young, reuniu trabalhadores da IBM e constatou que as mães se sentiam menos  estressadas ao se sentarem para uma refeição com a família e os filhos. Talvez isto se deva às duras cobranças que fazemos a nós mesmas sobre sermos boas mães. Ao  podermos observá-los crescendo e mantendo o contato durante algumas horas do dia, nos sentimos menos culpadas e menos estressadas. Mas é óbvio que, para que isto aconteça, é necessário que haja um planejamento para a elaboração de uma rotina que não transforme esta medida em mais estresse ainda. É importante que o jantar possa ser fácil de preparar e que a mãe possa contar com a ajuda de todos.

7. Cozinhar em casa representa uma grande economia no final do mês

Quando você come fora, você está pagando não só pelo alimento, mas também pelo estabelecimento, pela água e luz utilizada para a sua preparação, pelo garçom, pela atendente, pelos cozinheiros, e ainda tem os impostos. Tudo isso, no final das contas, acaba saindo pelo dobro do seu gasto, se você tivesse se alimentado em casa.

É claro cada caso deve ser estudado e medido de acordo com as possibilidades de cada um, mas diante de todos estes benefícios, convém parar para pensar e rever alguns fatores da rotina.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *