12 dicas naturais de remédio para febre

febre



A febre indica a reação do organismo a uma infecção ou anormalidade causada por vírus,  bactérias, fungos, parasitas, hemorragias, diversos tipos de câncer ou lesões por queda e fraturas. A pessoa com febre apresenta temperatura maior que 37,4 º.  A medição exata da temperatura deve ser feita através de um termômetro. A febre preocupa quando o doente também apresenta pescoço rígido, vômito e diarreia.

Após identificada a causa da febre e administrada a medicação recomendada pelo médico, auxilie com algumas medidas naturais de remédio para febre que oferecem conforto e alívio.

12 dicas naturais de remédio para febre

1. Hidrate-se com sucos, chás e frutas

A febre causa moléstia, dores no corpo, cansaço e desidratação. Para compensar beba água aos goles, sucos, chás, e alimente-se de frutas como melancia, melão e maçã, que contém uma quantidade essencial de água e nutrientes. O consumo de líquidos favorece a sensação de bem estar e regenera as energias.

2. Beba chá de camomila e tomilho

Se o doente for maior de 2 anos de idade prepare um chá com camomila, tília e tomilho. A camomila possui propriedades anti-inflamatórias, a tília favorece a transpiração e o tomilho é anticéptico. o chá pode ser feito com 1 litro de água e tomado até 3 vezes ao dia. A dica é não requentar o chá para não perder os nutrientes.

3. Chá de tília para acabar com a febre

A tília é capaz de favorecer a sudorese e consequentemente restabelecer a temperatura do corpo. O chá de tília deve ser tomado ainda quente para fazer efeito.

4. Tome um banho frio

Quando falamos em banho frio, nos referimos a uma temperatura mais pra fria do que pra quente, morna. O corpo do doente com febre está tão quente que até mesmo a água morna lhe parecerá fria, por isso dizemos banho frio. A temperatura baixa mais rapidamente. Este cuidado deve ser tomado principalmente se a febre estiver demorando muito para ceder.

5. Use faixas úmidas na testa e no pulso

As faixas auxiliam no processo de baixar a temperatura corporal. A água deve estar fria, mas não gelada, pode ser da torneira. Troque a faixa molhada sempre que perceber que não está mais fria.

6. Mantenha repouso

A febre tende a acelerar o batimento cardíaco, fazendo com que o sangue bombeie mais rápido. Se você se mantiver em repouso evitará o esforço do coração e estará favorecendo que ele desacelere.

7. Use roupas leves

Se o medicamento, os sucos e chás estiverem fazendo efeito, o doente vai preferir se livrar das roupas pois a temperatura tenderá a se normalizar através da transpiração. O ideal é que mantenha-se coberto por roupas de cama leves, pois assim que o efeito do medicamento passar, a febre poderá voltar e uma corrente de ar poderá agravar o problema. Roupas muito pesadas e quentes também são desaconselháveis, pois o calor pode ainda piorar o estado febril. É preciso bom senso.

8. Tome sopas para continuar a hidratação

Para não desidratar e se fortalecer, prefira sopas. Elas possuem nutrientes essenciais para uma boa recuperação, e ainda hidrata o corpo.

9. Chupe gelo para aliviar a temperatura alta

O gelo pode favorecer a queda na temperatura do corpo, mas somente em casos nos quais a febre não for causada por gripe ou inflamação no ouvido e garganta. A temperatura do gelo pode irritar ainda mais a região infeccionada.

10. Acrescente gengibre e canela aos sucos e chás ou, sopas

O gengibre e a canela aceleram o metabolismo e promovem a transpiração. Este é um mecanismo muito útil para equilibrar a temperatura corporal.

11. Beba água de coco

A água de coco em temperatura ambiente faz bem por que repõe facilmente todo nutriente perdido durante o período de transpiração, hidrata e regenera a saúde.

12. Álcool para baixar a febre

Se você embeber um pouco de algodão em álcool e colocá-lo em baixo do braço do doente, ou na sua testa, a temperatura tende a baixar facilmente. Se não baixar, indica a necessidade de consultar um médico para a indicação de medicamentos.

Não dê apirina à bebês ou crianças, ou qualquer outro medicamento sem consulta médica. Certos chás e medicamentos também não podem ser administrados em crianças menores de dois anos de idade.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *