10 coisas sobre o casamento que ninguém fala

casamento



Para quem cresceu assistindo os filmes de princesas da Disney, o casamento poderia até parecer a realização de um sonho encantado, mas, após as alianças serem trocadas… ops! O filme acaba! Então crescemos, nos casamos e, descobrimos que, há muita coisa sobre o casamento que ninguém fala. Pois bem, este artigo tem a intenção de revelar a vocês tudo o que uma relação a dois pode ser. E você perceberá que certas situações são mais normais do que imaginava, e nada é perfeito.

10 coisas sobre o casamento que ninguém fala

1. O casamento não te completa

As pessoas devem ser parceiras em seus casamentos, também companheiras e cuidadosas, mas sem que percam a própria identidade. Um não é dono do outro, e o outro não faz parte de um. Vocês continuam sendo dois, que caminhando juntos formam uma relação.

É bom lembrar que você casou com outra pessoa e não com você mesma (ainda bem), então certifique-se de que não está tendo expectativas irreais.

2. A atração sexual nem sempre será o ápice da relação

A atração sexual após o casamento tem seus altos e baixos, principalmente após o nascimento dos filhos. Mas não se desespere, e também não pense que esta situação acontece somente com você. Você passará mais tempo com o seu marido do que com qualquer outra pessoa, é natural que a intimidade excessiva acabe diminuindo o brilho, mas não o amor.

A mídia propõe que estejamos com a pessoa mais atraente, mas isso não é necessariamente verdade.

3. Certas coisas em você ou nele podem se tornar irritantes

As pessoas mudam, e você e o seu marido passarão por mudanças enquanto juntos, o que pode ser muito perigoso para o relacionamento. Acontece que, aquela piada que antes você achava o máximo, um dia se tornará irritante, e aquele spray de cabelo que você adora usar, e até usava no dia em que ele te conheceu, um dia pode parecer horrível pra ele.

Pois é, o tempo passa, as coisas mudam, mas o relacionamento deve se manter enquanto houver amor. Se um, realmente ama o outro, passará a evitar alguns hábitos irritantes para não se tornar perturbador.

Aceitamos hábitos perturbadores de familiares e amigos, mas quando estamos convivendo com uma pessoa, a aceitação se torna mais difícil.

4. A paixão nem sempre é um meio para o fim

Você não precisa se apaixonar por alguém para descobrir o amor. Esta não é uma regra. Há casais que simplesmente pulam esta etapa enquanto outros não. Se você ficar esperando para se apaixonar e depois amar, pode deixar escapar o amor da sua vida. Então, aquela frase, nunca me apaixonei por você de verdade, não serve para terminar um casamento, e aquele amigo que te faz sentir tão em paz, pode te fazer feliz.

5. Quem se casa por paixão ainda pode amar

Quando a paixão acaba e o relacionamento esfria, é natural pensar em separação, mas quem disse que o amor não nasce do convívio, do apoio, do companheirismo, da dedicação, da boa companhia, da sensação de segurança, e de inúmeros outros exemplos de atitudes? Sempre vale a pena se esforçar.

6. As vezes sentimos que o amor acabou

Nas relações o amor é o último sentimento que tem fim, por que amamos sem nos darmos conta, então, geralmente não nos damos conta de que deixamos de amar. O que pode surgir é o sentimento de descontentamento com a relação e a falta de atração.

Nos descontentamos com a relação quando há inúmeras brigas, maus tratos, falta de respeito e situações que nos levam a repensar a decisão da união. Neste caso, não significa que deixamos de amar, mas que pretendemos nos afastar do outro para termos uma vida mais tranquila e melhor. Já a falta de atração surge, não por conta da aparência, é infantilidade pensar assim, nos sentimos atraídos por quem admiramos. Seja admirável.

7. As dívidas são devastadoras

As dívidas são a parte pior num relacionamento. Os casais podem sofrer muito por conta das dívidas, e muitos se separam por não saberem lidar bem com a situação. O estresse e o nervosismo causados pelas contas desestabilizam o casal, que ao invés de permanecerem juntos, e contarem um com o outro como apoio, podem sair em busca de outras distrações, bebidas, vícios, e outros relacionamentos.

Procurem não entrar em dívidas, mas se isto acontecer, peçam ajuda para identificar o real problema, e então, conscientemente, dividam as emoções para que, uma não atrapalhe a outra.

8. O casamento foi inventado para adquirirmos bens

Sim, eu sei, isso não é nada romântico, mas é a verdade, e já estamos bem grandinhas para aceitar que, a mídia insiste em nos tornar consumidores e, juntos consumimos mais. Gastamos com o casamento dos sonhos, viagens, carro, casa, móveis, utensílios… temos filhos e,  consumimos por eles também!

Não fique triste se depois de tudo, a vida ficar mais difícil do que encantada, todo mundo passa por isso, você não é diferente e vai passar por isso também. Não conseguiu comprar aquele item pro chá de bebê que todo mundo tem? Relaxe. A sua vida não deverá ser pior por causa disso, o comércio talvez.

9. Você agirá como seus pais

Não se surpreenda se um dia seu marido lhe disser que está ficando igual à sua mãe. É natural que nos espelhemos em nossos pais para guiarmos nossos casamentos. Sabendo disto, basta encontrar um meio termo para a sua felicidade.

10. Filhos são estressantes

Os filhos são seres maravilhosos, mas dão um trabalho imenso, principalmente se você for uma boa mãe. Eles exigem de nós a paciência e a força física que nunca imaginaríamos ter, e, nem sempre os homens estão preparados para isto. Eles logo se sentem de lado, e muitas vezes dão até mais trabalho do que imaginaríamos ter, tornando tudo mais difícil, por falta de compreensão e ajuda. Então, antes de terem filhos, procurem se familiarizar com a rotina de ter um bebê, leiam artigos, entrem em fóruns e conversem com quem já passou por isso, não se baseie em comercial de fralda, leite, ou papinha de bebê.

Espero ter ajudado você a compreender melhor sobre como é a verdadeira relação num casamento, e assim se sinta mais confiante na sua relação.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *