Corrimento e muco genital

corrimento



O corrimento e o muco genital podem ser a mesma coisa, mas, não exatamente. A vagina possui um fluxo natural de fluidos que constitui a flora vaginal, e serve para manter a região livre de contaminações por bactérias e fungos. Em períodos de ovulação este fluído muda de característica devido a hormônios relacionados ao sistema reprodutivo da mulher. Ocorrem algumas alterações como volume, coloração e elasticidade deste fluído, um fenômeno natural que acontece pelo menos uma vez por mês.

Esta variação de fluído pode ser identificada como muco genital. O muco genital apresenta características bem simples de serem observadas, ele geralmente é branco, opaco e sem odor forte ou desagradável. Surge pelo menos uma vez por mês, em grande volume. Quando este muco se torna transparente indica a máxima capacidade da mulher engravidar. No dia seguinte ele poderá se tornar opaco novamente, indicando o início do fim do período de ovulação.

 Diferença entre muco genital e corrimento

 

O muco genital representa o período de ovulação da mulher. Ele surge apenas uma vez no mês, e apresenta mudanças significativas em seu estado. O corrimento pode ser reconhecido como um fluído vaginal espesso de coloração esverdeada, amarronzada, ou amarelada. Estas características indicam que o fluído vaginal foi contaminado por bactérias.

As bactérias podem comprometer a boa saúde do fluído vaginal quando a flora é prejudicada por produtos de higiene impróprios que causam alergias, duchas internas, fumo, baixa imunidade física, medicamentos, má higiene, alergia ao látex de preservativos, absorventes internos, e processos hormonais.

Quando percebemos o corrimento devemos logo cuidar para que o processo de infecção não se torne perigoso à saúde. Ele pode indicar alguns tipos de doenças nos ovários, útero, ou cavidade vaginal, tais como feridas, endometriose, ou câncer.

Sintomas de corrimento

Os sintomas de corrimento são:

  • Fluído vaginal aumentado
  • Mal cheiro
  • Coloração amarelada, amarronzada ou esverdeada
  • Irritação ou coceira
  • Dor pélvica
  • Manchas nas roupas íntimas
  • Dificuldade para engravidar

Observe todos estes sintomas e cuide para que obtenha um tratamento adequado.

Teka

Redatora e ilustradora de conteúdo para sites na internet. Curiosa, pesquisadora e investigativa. Tinha o sonho de se tornar astronauta. Acredita que um dia encontrará a "arca da aliança" e trocará informações com civilizações avançadas de outros planetas. Casada há 20 anos, mãe de 3 filhos, compartilhando experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *